Cuidados à Pessoa Dependente
Estratégias para Cuidadores Informais

Formato: Presencial

ÁREA

saúde

DATA

27/04 A 18/05/2019

DURAÇÃO

3 dias | 24h

LOCAL

lisboa

descrição

Esta Formação está orientada para as pessoas sem formação específica no acto de cuidar e que, por algum motivo, se vêm confrontadas com a necessidade de cuidar dos seus familiares em situação de dependência transitória ou permanente. É ainda indicada para todos aqueles que cuidam, em domicílio ou em instituições, de doentes com incapacidades elevadas.

Esta Formação terá uma abordagem multidisciplinar que visa a melhoria das práticas dos não-profissionais, no âmbito das diferentes especificidades das múltiplas patologias que incapacitaram as pessoas domiciliadas e as colocaram numa situação de vulnerabilidade, com especial relevo a metodologias de avaliação e intervenção para cuidadores informais que promovem cuidados de maior qualidade.

No decorrer da Formação juntamos a teoria com a prática. Estes dois universos permitem capacitar o cuidador informal para a satisfação das necessidades humanas básicas dos doentes que têm à sua responsabilidade.

a quem se destina

– Cuidadores informais e pessoas não-profissionais na área da saúde.

formador

Fernanda Barata

Pós-Graduanda (2018-2020) em NeuroPsicocologia Clínica e Intervenção Neuro-Psicológica – Avaliação e Reabilitação, Instituto Superior de Psicologia, Lisboa.
Curso Introdutório em Investigação em Cuidados Paliativos (2018). Sinais Vitais, Coimbra.
Pós-Graduanda (2018-19) em Intervenção Clínica em Cuidados Paliativos, Instituto Superior de Psicologia, Lisboa.
Terapeuta da Dignidade, (2017), Universidade de Manitoba, Winnipeg, Canadá.
Doutoranda em Ciências Cognitivas e da Linguagem (2015-2018), Instituto Superior de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa.
Pós-Graduação em Psico-Gerontologia, Instituto Superior de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa (2013).
Pós-Graduação Profissionalizante em Counselling (Psicoterapia Humanista), Universidade Autónoma de Lisboa (2004-2010).
Mestrado (pré-Bolonha) em Psicologia das Organizações, Instituto Superior de Psicologia Aplicada (2000-2004).
Pós-Graduação em Ciências do Trabalho, Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (1999-2000).
Licenciatura (pré-Bolonha) em Ciências Sociais, Universidade Autónoma de Lisboa (1992-1997).

Paula Monteiro

Enfermeira no domínio privado – Residências Geriátricas
Pós-Graduanda em Intervenção Clínica em Cuidados Paliativos pelo Instituto Superior de Psicologia, Lisboa (2018-2019)
Curso Pós-Graduado de Atualização em Luto pelo Centro de Bioética da Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa (2018)
Curso teórico-prático de Suporte Básico de Vida, pela Cruz Vermelha Portuguesa (2013)
Formação em Primeiros Socorros (2013)
Licenciatura em enfermagem (2013)

programa

Dia 1 (27 Abril)

  • Compreender o envelhecimento
  • Compreender a doença incapacitante
  • Dignidade na Doença
  • Compreender quem é o cuidador informal e qual o seu âmbito de responsabilidade possíveis
  • Conhecer o ambiente de cuidados adequado no acto de cuidar
  • Conhecer algumas alterações que acometem o idoso/ ou as doenças mais comuns que incapacitam as pessoas e as levam a necessitar de cuidados domiciliários
  • Ajudar as crianças as famílias na compreensão da doença dos seus familiares; a importância dos recursos psicológicos para uma adaptação domiciliária bem-sucedida
  • Saber lidar com as alterações psíquico-comportamentais na demência ou em nas doenças incapacitantes do ponto de vista físico, motor ou psicológico
  • Ajudas técnicas

Dia 2 (11 Maio)

  • Conhecer a técnicas de higienização e cuidados pessoais
  • Vestir e despir nos diferentes estados de saúde
  • Posicionamento no leito
  • Mobilizar e transferir a pessoa doente
  • Cuidados com a sonda vesical/ algália
  • Cuidados à pessoa com ostomia
  • Cuidados ao utente traqueostomizado
  • Prevenir as úlceras de pressão; escaras de decúbito: prevenção
  • Diferentes tipos de alimentação e cuidados com SNG/ PEG
  • Diferentes dietas e os cuidados com as alterações alimentares
  • Orientações alimentares que ajudam a aliviar alguns sintomas
  • A disfagia
  • A importância da hidratação
  • Prevenir a obstipação
  • A importância da estimulação e do exercício
  • Prevenir e atuar na queda; o lado comum das fraturas e a osteoporose
  • Avaliar parâmetros vitais e detetar alterações: o que fazer 

Dia 3 (18 Maio)

  • Medidas de controlo da ansiedade dos familiares face às múltiplas situações de doença incapacitantes
  • Comunicar com o doente
  • Estratégias e cuidados de gestão terapêutica para idosos
  • Compreender a dor e saber identificar os tipos de dor
  • Os riscos de infecção
  • Avaliar a glicémia e compreender as alterações – conhecer a insulina
  • Cuidados no doente inconsciente
  • O que fazer em casa de urgência/ emergência – recursos
  • Luto preparatório/ luto antecipatório
  • Como proceder em caso de óbito no domicílio
  • Conhecer os direitos do cuidador; relações com as instituições públicas de apoio social
  • Cuidar-se de si próprio enquanto cuidador

preço

380€ (IVA incluído)

horário

Dias 27/04, 11/05 e 18/05: 9h às 18h (8h/dia)

pré-requisitos e metodologia

12º ano de Escolaridade

Formato:
 Presencial
Rácio: 70% Teoria e 30 % de Prática 
Materiais utilizados: Computador portátil, exemplos de materiais e dispositivos descartáveis, de enfermagem, usados no cuidar de doentes
Materiais utilizados e disponibilizados: Serão disponibilizados todos os slides das aulas em formato digital (.pdf).
Outros tópicos: Apresentação de alguns dispositivos (materiais) úteis no cuidado dos doentes no dia-a-dia, como forma de complementar a Formação e para maior esclarecimento das questões práticas.

Referências Bibliográficas

PAULINO, Cristina Duarte; TARECO, Ilda Costa; ROJÃO, Manuela – Técnicas e Procedimentos em Enfermagem – Coimbra: Formasau, 1998
BARBOSA, A. Et al. – 3ª ed. Manual de Cuidados Paliativos – Lisboa: Faculdade de Medicina de Lisboa, 2O16
PHIPPS, J. et al.- Enfermagem Médico-Cirúrgica, Vol.II – Lisboa: Lusodidatica, 2000
PHIPPS, J. et al.- Enfermagem Médico-Cirúrgica, Vol.III – Lisboa: Lusodidatica, 2000
PHIPPS, J. et al.- Enfermagem Médico-Cirúrgica, Vol.IV – Lisboa: Lusodidatica, 2000
SEQUEIRA, C. – Cuidar de idosos dependentes – Coimbra: Quarteto, 2007
Link: https://www.alzheimeruniversal.eu/2015/11/04/alucinaciones-alzheimer-causa-tratamiento/
BRITO, Luísa – A saúde mental dos prestadores de cuidados a familiares idosos – Coimbra: Quarteto, 2001

localização

Best Office

Morada: R. Visc. de Santarém 75B, 1000-286 Lisboa

Fale connosco

gades solutions

Rua Ferreira de Castro nº19

2635-361, Sintra, Portugal

Telefone: 210 124 743

Telemóvel: 932 027 860

Email: info@gades-solutions.com

inscrição

Por favor, introduza os seus dados. Entraremos em contacto brevemente.

1 + 9 =

Iremos utilizar os seus dados para lhe dar informação acerca de serviços e produtos da Gades Solutions. Para mais informações consulte a nossa Política de Privacidade.

 

COPYRIGHT © 2019 • GADES SOLUTIONS • TODOS OS DIREITOS RESERVADOS